sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Notícias


Na quarta feira a noite subi para o centro cirúrgico mais uma vez. Minha mulher me acompanhou até a porta, de lá pra dentro só o paciente pode entrar.  Então um beijo de despedida, não de despedida, mas de boa sorte.

Mas só quem já entrou num centro cirúrgico, mesmo que para fazer uma operação simples sabe os sentimentos que afloram naquele momento. Aquele beijo selado nos separou novamente por mais algumas horas de aflição e espera e minha mulher mais uma vez teve que ser dura na queda.

Entrando no centro cirúrgico, todos os enfermeiros muito atenciosos encaminharam para a sala de espera. Havia outro paciente numa cama ao lado, talvez se recuperando de alguma cirurgia, pois estava imóvel.

Depois de alguns minutos entrei novamente no centro cirúrgico, em que tem um enorme iluminação de forma circular que fica em cima de você. Os enfermeiros me amarraram na cama e começaram alguns procedimentos até a chegada do médico.

Quando o Dr. chegou ele falou Salve e tocou a minha mão já amarrada. Colocou um negócio no nariz que acho que é o sedativo. Perguntei pra ele se ia dar um sossega leão e ele disse que não podia forçar muito.

Naquele momento tive a percepção da grandeza dos médicos. Aquele médico naquele momento para mim era Deus e senti muita gratidão por ele estar me operando, assim como por todos os enfermeiros, anestesista, etc.  Das outras vezes que operei fiquei inconsciente, mas nessa fiquei sedado, sem dor, mas acordado.

Sentia o médico bater no meu peito várias vezes, apesar de estar num estado de sonolência.

No fim da operação, o médico foi embora e falei um obrigado que representava toda a minha gratidão.

Na quinta feira, devido a retirada do cateter venoso central, precisei colocar outro cateter, só que agora periférico. O cateter venoso central é colocado no centro cirúrugico, mas este periférico é colocado no quarto mesmo por enfermeiros especializados.

Eles pegam uma veia central do braço, furam e vão passando o cateter até chegar perto do coração. Não tem sedação porque não doí, só a furada, mas dá muita aflição. Eu nem vi nada, virei o rosto. Na  primeira veia não deu certo, mas na segunda deu. Teve uma hora que saiu bastante sangue, pois senti eles colocando gases. No final tem que tirar raio-x para ver se o cateter ficou no lugar certo.

Agora já estou tomando o antibiótico Vancomicina por este cateter. Antes eu recebia pela veia, mas perdi 3 veias, pois a Vanco queima a veia, extravasa e dói muito.

Os médicos passaram hoje e disseram que não vai dar pra liberar no domingo e também vão adiar a quimio que ia fazer no sábado.

Devido a tudo o que aconteceu eles preferem descobrir o nome e sobrenome das bactérias que me atacaram, melhorar a imunidade antes de continuar com a quimio.

Eles estão sendo prudentes e eu também acho melhor a gente não se precipitar.

Enfim, tem que ter paciência. Agradeço a todos que torcem por mim.






7 comentários:

  1. Que bom ter notícias suas Felipe!!!!! Estava ansiosa!!!

    Quando você falou do centro cirúrgico lembrei das minhas cirúrgias, do tempo que eu entrava no centro cirúrgico sem anestesia nenhuma e via todo aquele aparato. Era uma criança e era obrigada a ver tudo aquilo. Depois que entrava , colocavam uma máscara com éter no meu nariz(que eu morria de medo e gritava). Só depois disso que ficava inconsciente. Era horrível!!!!

    Quanto ao seu pai , ele oferece proteção para a gente.Quando ele foi morar um tempo em Mauá, chorei muito. Gosto muito dele.
    Fique em paz!!!!

    Beth

    PS Acho que escrevi uma carta e não um comentário,rsrsrsrsrs....





    Beth

    ResponderExcluir
  2. querido, que bom saber de ti, fiquei aflita com seu relato, mas espero em Deus que esteja sem dor e mais confiante. Continuo em oração por vc e sua esposa, para que Deus a sustente e a deixe forte pra enfrentar tudo isso e dar-lhe a força necessária. A vitória logo vem. beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  3. Felipe meu querido amigo!!

    É interessante que ao ler seus relatos vejo o quanto é forte e lutador!! Sua esposa é uma grande mulher!! Parabéns!! São momentos bem dificeis que vcs estão enfrentando com muita fé e coragem!! E é assim que tem que ser....tenha certeza somos muitos nessa torcida cheia de orações e benção pra sua recuperação!!
    Que Deus te abençoe e ilumine e te de tranquilidade e sabedoria!!
    Um beijo

    Se cuida e muita força!!

    Marly

    ResponderExcluir
  4. Olá Fê,

    Amanhã estarei aí para visita-lo e doar sangue.
    Dê um abraço forte no WM.

    édison

    ResponderExcluir
  5. OLÁ FELIPE!!
    PASSANDO PARA DEIXAR UM CARINHO
    E DIZER QUE ESTOU EM ORAÇÃO TODOS
    OS DIAS POR VOCÊ.
    UM FORTE ABRAÇO.
    FIQUE COM DEUS.

    ResponderExcluir
  6. Olá Felipe estamos orando por você,força que Deus é contigo.

    abraços: Mary e Ignácio

    ResponderExcluir
  7. Oi felipe!
    Estamos em oração por vc e sua familia!
    Tudo vai dar certo!

    Grande abraço!
    Kelly

    ResponderExcluir